O polêmico final de Resident Evil 7 pode tornar-se ainda mais controverso.

É claro que este post contém spoilers.

Quando Ethan finalmente consegue derrotar Eveline, é resgatado por uma equipe de soldados da Umbrella.

Se o aparecimento da empresa já não era estranho o suficiente, Ethan é recebido por um soldado que se apresenta como Redfield. O personagem irá estrelar a DLC gratuita “Herói que nada” (Not a Hero), que chega em breve.

Imediatamente, os fãs começaram a se perguntar se aquele seria mesmo Chris Redfield. Um dos grandes argumentos envolvia o fato de o visual do personagem ser muito diferente do que vimos em jogos em que Chris apareceu e, inclusive, no próximo filme de animação da série, Resident Evil Vendetta.

Para os que achavam que aquele soldado era apenas alguém se passando por Chris Redfield, a Capcom acaba de lançar um balde de água fria.

Quem fez as polêmicas declarações foi Koshi Nakanishi, o diretor de Resident Evil 7, em uma entrevista publicada no site oficial da empresa.

As diferenças são resultado de uma mudança no design de personagem de Chris Redfield: “Agora, cada personagem é feito baseado na premissa da representação fotorrealística, e Chris Redfield, que aparece em ‘Not a Hero’, também recebeu essa representação impressionante”.

Leia também:

Em resumo: o soldado ao final de Resident Evil 7 é mesmo Chris Redfield. O design do personagem mudou completamente devido ao uso da técnica de fotogrametria, a base dos visuais do game. Um modelo real, de carne e osso, foi selecionado para representar o personagem em um ambiente virtual. O modelo “antigo” de Chris Redfield destoaria do cenário realístico criado para o jogo e, portanto, foi alterado.

Qual a sua teoria sobre a possibilidade de Chris Redfield estar envolvido com a Umbrella?

%d blogueiros gostam disto: