Entrevistas exclusivas de membros da Capcom com sites especializados, estão, aos poucos revelando mais e mais informações sobre Resident Evil 7. Duas em especial, concedidas ao Polygon e ao Eurogamer, contém algumas novidades interessantes.

Koshi Nakanishi, o diretor do jogo, voltou a reforçar que a demo de Resident Evil 7 não fará parte do jogo. Sua função é “dar um gostinho” do que a versão final do jogo será. O teaser jogável é uma representação fiel do tipo de experiência que o jogador terá quando Resident Evil 7 for lançado. No entanto, os desenvolvedores não queriam dar nenhum spoiler do jogo, então criaram uma demo que não aborda diretamente a história.

Nakanishi também revelou que a demo de Resident Evil 7 não tem data pra sair da PlayStation Store, mas avisa que “é melhor jogar o quanto antes”.

Dando mais detalhes sobre o misterioso protagonista, Masachika Kawata, o produtor de Resident Evil 7, disse que ele(a) passa longe dos heróis Chris ou Leon. Será alguém totalmente novo, mas não será uma pessoa indefesa. Nakanishi comentou que os jogadores que esperam ação na série devem procurar outros jogos, como Umbrella Corps. “Resident Evil 7 não será uma festa do tiro”, afirmou o diretor.

Nakanishi promete que Resident Evil 7 terá uma escala bem menor, com uma experiência claustrofóbica com grande foco na ambientação. De acordo com informações do Eurogamer, o jogo se passará totalmente em um único lugar: algum local isolado no estado da Louisiana, nos Estados Unidos.

Nakanishi comentou as semelhanças da demo com outros jogos de horror conhecidos, como Amnesia e Outlast. O diretor acredita que ambos oferecem ótimas experiências, mas que ele se sentiu frustrado por não poder revidar ataques ou se defender. O protagonista de Resident Evil 7 será capaz de atacar os inimigos: “não mostramos isso na demo, mas isso [combate] estará no jogo”.

Resident Evil 7 se passa após os eventos de RE6 na cronologia da série, como apontado por Kawata. O novo jogo vai trazer alguma coisas familiares, como as ervas de cura. O produtor também afirmou que RE7 contará com as definições dos títulos ocidental e oriental: um incidente biológico (Biohazard) e a presença “do mal” (Resident Evil).

De acordo com Kawata, o retorno da série ao terror está envolvendo uma equipe de 120 pessoas. “Tivemos muitas discussões internas sobre para onde levar a série depois de Resident Evil 6. Meu chefe, Jun Takeuchi (produtor executivo) disse que teríamos que ‘desmontar tudo’ até chegar na essência da série. Chegamos à conclusão que a melhor maneira de expressar o terror diretamente era através da visão em primeira pessoa”.

Resident Evil 7 foi anunciado durante a conferência da Sony na E3 2016. O lançamento está previsto para 24 de janeiro de 2017 no PlayStation 4, Xbox One e PCs. No console da Sony o jogo terá suporte à realidade virtual do começo ao fim.

%d blogueiros gostam disto: