Resident Evil: No Escuro Absoluto é a nova série de animação da franquia na Netflix

De surpresa e em pleno final de semana, a Netflix decidiu dar um susto nos fãs da franquia e anunciou que mais uma série de animação de Resident Evil está sendo produzido. Resident Evil: Infinite Darkness contará com Claire Redfield e Leon S. Kennedy, pelo menos é isso que mostra o primeiro vídeo divulgado, propositalmente ou não, pela Netflix Portugal – e eu falo isso por que nem a Capcom, nem as outras contas da Netflix globais, soltaram o vídeo.

Confira o trailer:

Leon de terno, zumbi… e aí, prontos para mais essa? O lançamento está previsto para 2021.

[ATUALIZAÇÃO – 27/09]: Neste domingo (27), a Capcom anunciou oficialmente, na Tokyo Game Show, a nova série animada da franquia, em parceria com a Netflix. Anteriormente, a comunidade achou se tratar de um filme. O título em português ganhou o nome de Resident Evil: No Escuro Absoluto. Ainda não sabemos quantos episódios foram encomendados.

O estúdio responsável pela produção é o TMS Entertainment, muito conhecido não só no Japão. Entre suas obras mais famosas estão Akira, D-Gray-Man, Batman: The Animated Series, entre outras. Uma das subsidiárias da TMS é a Marza Animation Planet, que foi responsável pela animação Resident Evil: A Vingança (ou Resident Evil Vendetta, em inglês). Outro nome conhecido que irá supervisionar o projeto é Hiroyuki Kobayashi, que teve participação em jogos e em todos os filmes de animação da franquia.

Ainda não foi revelado mais detalhes sobre a narrativa que envolverá Leon e Claire, mas estamos aguardando ansiosamente pelas próximas atualizações!

Colaboraram com esta notícia: Cláudio Corrêa, Dry Portes e Frank Alcântara


[ATUALIZAÇÃO – 29/09]

Análise do trailer

Mesmo com menos de 1 minuto, esse trailer já criou muitas teorias e ideias que começaram a pipocar na cabeça dos fãs. O vídeo traz nossos clássicos heróis que protagonizam todas as animações da franquia. Confira algumas impressões do que parece ser uma série de puro suspense.

Começamos em uma floresta (ou mata fechada), à noite, com Claire Redfield caminhando com uma lanterna na mão. A moça aparece de costas e em frente a uma casa com características de abandono. Estaria ela procurando alguém/algo? Ou atenta a algum possível perigo eminente?

Ela entra na residência possivelmente a procura de algo e também parecendo estar vigilante a qualquer sinal de perigo. Claire se assusta com um morcego e acaba pisando e quebrando um frasco. Esse frasco se assemelha, e muito, a recipientes onde sempre ficaram os vírus visto pela franquia, porém o conteúdo que parece sair dele se assemelha aos embriões G, derivados de experimentos com o Vírus G.

Um dos detalhes mais notados pela comunidade é que essa versão da Claire é muito parecida com a que vemos em Resident Evil Revelations 2. Teremos aqui um evento que se passa no mesmo período do game, e não posteriormente? Seria isso um possível flashback já que a Capcom ama colocar flashbacks em suas animações?

Ela segue o rastro dos demais frascos no chão com o feixe de luz de sua lanterna, focando finalmente em uma situação totalmente estranha: aparece, na cena, alguém sentado, imóvel, em uma poltrona, e entre suas pernas, uma espingarda.

Seria esse o primeiro indício de infecção da substância presente no frasco que Claire viu? Se for mesmo algo semelhante aos embriões G, a imobilidade da pessoa sentada na poltrona corresponde que o embrião rejeitou o hospedeiro, justificando o local cheio de sangue. E, devido a dor aparente da entrada do embrião em seu hospedeiro, o desespero para que o sofrimento pare justifica a presença de uma espingarda.

Na cena a seguir, vemos o nome oficial da série pela primeira vez: Resident Evil: Infinite Darkness, que no Brasil será Resident Evil: No Escuro Absoluto.

Resident Evil Infinite Darkness

O trailer pula para uma cena onde um homem é atacado por um zumbi. Mesmo armado, ele não consegue contra-atacar e é salvo por um tiro vindo atrás do senhor Leon S. Kennedy.

Esse homem é bem parecido com o personagem Alexander “Sasha” Kozachenko, o Buddy, que aparece em Resident Evil: Condenação (Resident Evi: Damnation), o segundo filme em animação da franquia. Será que teremos a volta do personagem, agora, ajudando Leon? Um ponto aqui que vale lembrar é que Buddy ficou paraplégico no final desse filme devido ao processo de retirada da Las Plagas de seu corpo.

Vemos, também, que Leon está trajando um terno. Isso poderia indicar que ali estaria acontecendo uma reunião formal ou até mesmo um velório, quando as coisas saíram do controle? Além disso, percebe-se que os personagens estão em um cenário parecido com uma sala presidencial ou sede administrativa. Pode ser da TerraSave, já que teremos a presença de Claire, ou até mesmo da B.S.A.A.?

No final do trailer – que é mais um teaser, né Dona Netflix? – vemos Leon abaixando a arma e olhando levemente para o lado. Será que tem mais alguém presente no cenário? Ou foi mais um “aff, de novo tudo isso”?

2021 é logo ali. Até por que 2020 com pandemia e esse terror global já deu, não é mesmo?

Análise: Paloma Cristini
Revisão: Ricardo Andretto
Imagens adicionais: Cláudio Corrêa

%d blogueiros gostam disto: