O conceituado artista James Wan não está mais envolvido na produção do reboot em live-action de Resident Evil. A informação surgiu durante uma entrevista concedida pelo profissional ao Bloody Disgusting. “Eu não estou mais fazendo isso. Foi descartado”, disse Wan.

Ainda ao site, o artista expressou sua frustração com o anúncio prematuro de parte de seu envolvimento no projeto. “Eles dizem que eu estou ligado a muitas coisas e algumas não são necessariamente reais. É meio chato quando as coisas vêm e vão, ou quando elas nunca vieram em primeiro lugar. Eu odeio isso quando meus projetos são anunciados”, revela James Wan. “Parece que eu estou ligado a muitas coisas quando na verdade eu não estou necessariamente trabalhando tanto. Muitas coisas minhas acabam sendo anunciadas, mas eu não quero que sejam e mesmo assim as pessoas adoram fazer isso”, confessa.

O último trabalho de James Wan nos cinemas é Aquaman, que vem sendo bem elogiado pelo público. O profissional também participou, por exemplo, do processo criativo dos bonecos Billy (Jogos Mortais) e Anabelle (Invocação do Mal), que são ícones bastante conhecidos de filmes de terror.

Recentemente, Greg Russo, um escritor envolvido no projeto dos reboots, se manifestou sobre seu trabalho. Ele disse ter finalizado um roteiro focado na “volta às raízes do terror” para Resident Evil e citou o talento de James Wan. Talvez Wan já não estivesse envolvido com a franquia há algum tempo e só tenha decidido falar após a Constantin Film contratar outro profissional, Johannes Roberts, para dirigir os reboots.

Os live-actions de Resident Evil já arrecadaram 1.2 bilhão de dólares (ou mais 4 bilhões e 600 milhões de reais) pelo mundo. Quem será que terá a responsabilidade de continuar esse sucesso nos cinemas? Ou talvez na TV?

%d blogueiros gostam disto: